quinta-feira, 26 de julho de 2012

Relacionamento dependente




No decorrer da vida e principalmente na adolescência a anulação da personalidade durante a paixão é muito comum e ocorre por medo de perder a pessoa amada que consideramos perfeita.

Muitos já estão anulados e vivem a vida do outro e se submete aos seus prazeres e faz tudo que a outra parte aprecia por isso se desvaloriza.


Lembra da tradicional declaração "não consigo viver sem ele (a)"?

É tradicional de quem esta em uma relação baseada na dependência é "viciada na relação”.

Lembrando que sentir SAUDADES e GOSTAR de FATO faz com que nos lembremos da pessoa "amada" e nos faz bem e, CLARO da saudade; Afinal de contas se a pessoa fez bem e ainda esta no nosso foco da relação certamente terá saudades.

Já que o maduro muda para evoluir e o imaturo para agradar aos outros.

Relação de dependência, em que você somente agarrada ao outro ou a sua volta é uma forma de se enterrar a vida.

Um ato de autocomiseração psicológica. Disfarçado de algo romântico, a pessoa que tem dependência afetiva se anula, se neutraliza e sua persona vive em função do outro.

Claro o considerado socialmente lícito e "normal" perante a sociedade é que, ao se relacionar com outra pessoa tudo muda, pois os prazeres de uma pessoa envolvida com outra muda em relação à de alguém solteiro. Mas já não significa uma relação de dependencia, pois o prazer é mutuo.

Amado (a) ninguém faz você de capacho se você não permite. O fato de se queixar e com isso

Conseguir alguma mudança (mínima que seja) não significa que não vai voltar ao velho padrão,

Já que permite que isso aconteça.

Geralmente ocorre, pois você pensa muito pouco em si mesmo OU faz de tudo para preservar a

Relação; ou as duas coisas.

A Crença é que a única coisa que nos resta será no céu tem um lugar especial para pessoas "sofredoras".

A VERDADE é que quem gosta de sofrer acredita FIELMENTE que vai tocar o sofrimento daqueles que sejam os mais próximos, enquanto a vida é pratica. O SOFREDOR torna a mesma complicada.

Na verdade toca sim, mas não nos sentimentos afetivos e sim nos nervos.

Tudo bem que todo relacionamento para ser bom requer uma dose de esforço, mas ninguém deve se esforçar demais.

Sabe qual é o melhor progresso? É ser amigo de si mesmo.

Abraço

Por Raphael Soares

“A mais cara de todas as loucuras é acreditar Apaixonadamente naquilo que claramente não é verdade”.

PITTMAN (1994, p. 15)

← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

Um comentário:

  1. "O maduro muda para evoluir e o imaturo para agradar aos outros." Muito bom

    ResponderExcluir

..