sexta-feira, 8 de novembro de 2013

A arte de criticar e o dever de amar



Todos nós temos amigos. Em muitos casos, temos amigos até receber ou fazer uma crítica dele. É a partir deste momento que veremos se realmente temos amigos, temos apenas alguém que está se aliando ou um aliado por algum proposito comum, o que é completamente diferente.

Naturalmente ninguém gosta de ser criticado, seja por amigos, por pais, por cônjuges ou por qualquer pessoa que estamos nos relacionando ou não. Tem pessoas que só aparecem em nossas vidas com o intuito de nos criticar.

No cenário atual é comum ver críticas em redes sociais. Como se receber ou fazer críticas em público já não fosse o bastante, hoje a crítica tem uma visão universal. Alguns consideram “expressar opinião”. Todavia, quando esta é divergente, encontramos uma crítica.

Mas como devemos reagir a críticas? Existe alguma diferença de onde ela vem? Como podemos evitar que uma crítica vire um trauma e possa adoecer nossas almas? A critica pode afetar nossos relacionamentos, até com Deus? O que a palavra de Deus nos diz sobre a crítica?

Como reagir as críticas?

Antes de tudo devemos considerar quem criticou, existem pessoas até no meio cristão que não sabe fazer outra coisa além de criticar. São pessoas que receberam muitas críticas no decorrer da vida e também podem ser insatisfeitas consigo mesmas e como não conseguem se aceitar, se cobram, se culpam e extravasam externando sua infelicidade apontando falhas a todos que tem a sua volta. Estes, mesmo sendo líderes, devemos manter distância. Não existe outro fruto capaz de produzir! Mas se é de uma pessoa que tem boa referência, ou alguém que tem um relacionamento com raízes, devemos considerar alguns pontos:

- A visão dela é coerente ou a visão que ela tem do assunto é deturpada?

- Tem conhecimento de fato do que está criticando ou está sendo parcial e agindo como um fariseu?

Podemos considerar que para cada “punhado” de crítica sempre tem uma palavra preciosa que merece a nossa atenção. Talvez algo que devemos melhorar, melhorar para nós mesmos, para nos relacionar com o próximo e até para melhorar nosso relacionamento com Deus.

Portanto considere:

“... mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom”.
1 Tessalonicenses 5:21

Como fazer críticas? A crítica é construtiva? É para agregar valor moral?

A melhor maneira de criticar.

“O homem se alegra em responder bem, e quão boa é a palavra dita a seu tempo!”
Provérbios 15:23


“Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo”.
Provérbios 25:11

A melhor maneira de pontuar algo ou criticar é falar a seu tempo.

Existe alguma crítica que recebeu que criou uma ferida?

Geralmente ser criticado pelos pais é um grande criador de feridas, pois quando somos crianças criamos a expectativa de sempre surpreender nossos pais de forma positiva. Acredite, os pais dentro de um comportamento considerado equilibrado não erram, eles tentam acertar.

 “Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar”. Tiago 1:19

Portanto irmãos, para concluir, que nossa oração seja para sempre ser tardio para falar e tardio para se irar. Com isso a palavra, mesmo que de conselho, não há de se transformar em uma critica.

Em Cristo,

Raphael Soares
@sraphaelsoares
fb.com/sraphaelsoares
http://www.raphaelsoares.com.br
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..