sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Eu sou O CARA







Pois é amados, nesta breve e muitas vezes aflita, mas linda caminhada com Cristo até a glória em direção a igreja triunfante no céu, iremos encontrar muitas pessoas do tipo “O CARA”.

O termo usual que estamos nos referindo, é a pessoa que se intitula o máximo, os Super-santos, os sem pecado e os conhecedores de toda verdade. O interessante é que na época de Jesus já existia o mesmo tipo de pessoa, que eram na verdades os fariseus. 

Vamos ver no Sagrado um exemplo de “O CARA”.

O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano”. Lucas 18:11

Uau! O fariseu além de se julgar “O CARA”, se comparou aos demais homens. Olhava para o lado e achava que os demais homens eram pequenos, fracos e pecadores. ( ou:.. tinha os demais homens como...)

Convenhamos, quem nunca viu uma pessoa parecida com o fariseu? Algumas orações talvez possam soar parecidas com as que costumamos ver em plataformas de igrejas, mas o foco não é esse. Os fariseus se tornaram tão religiosos que não tinham mais consciência de que precisavam de um Salvador.

Vamos para uma breve análise:

-Na faculdade, escola e ciclos sociais: Nós somos reconhecidos como pessoas que mesmo em silencio são referenciais para o próximo ou somos vistos pelos outros como seres arrogantes por sermos diferentes?

- No trabalho: Nossos colegas podem chegar a nós como referência e pedir algum aconselhamento já que temos a mente de Cristoe o aconselhamento não é uma tarefa apenas Pastoral, ou somos “tão bons” que eles podem se sentir constrangidos ao se aproximar e apresentar suas fraquezas?

- Na Igreja: Seríamos referenciais a serem seguidos, amando ao próximo dentro da igreja? Estamos disponíveis para a obra ou para o cargo? Buscamos título ou almas? Buscamos ser “O CARA” ou “O SERVO”?

Amados, é fácil se comparar ao próximo.Todos nós temos problemas, temos diferenças e temos pontos fracos. A questão da disputa do homem é natural e está codificado no homem devido a sua queda e isso não foi mudado.


“Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor”. Jeremias 9:24

Agora se compare com Cristo. Como somos todos pecadores, não conseguimos fazer o bem. Às vezes até queremos, pois nos Julgamos “O CARA” e achamos que devemos ter alguma preferência por isso.

São nessas horas que descobrimos o quão miseráveis somos e que se nós devemos nos gloriar, devemos nos gloriar em servir a ELE. Porque por Ele e para Ele São todas as Coisas.

“Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém”. Romanos 11:36

Afinal de contas, Ele é o O CARA!.

Em Cristo,

Raphael Soares
@sraphaelsoares
fb.com/sraphaelsoares
http://www.raphaelsoares.com.br

← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..