sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Deus permite recomeços






Ano novo, novas metas, novo planos, novas experiências.

Isso que a maioria deseja na sua virada de ano.

Mas e o velho, deixa pra traz, os erros, fica no esquecimento? E os focos que não foram atingidos já não são os focos?

Realmente parece que a cada “novo ano novo” parece que está por nascer alguém novo, mas será que as frustrações do passado não podem influenciar seu presente e por consequência o futuro.

Devemos lembrar que temos 365 páginas novas, vazias e em branco para preencher que é a história de 2014 mas será que as páginas preenchidas do passado podem influenciar no presente e futuro?

Sem dúvidas se formos agir com nossas próprias mãos o passado irá influenciar e muito o nosso presente e futuro mas para quem serve a Deus aprendemos que nosso Deus é um Deus de recomeços.

No livro de Jeremias Deus nos faz uma analogia de como ele quer nos usar, como ele pode reconstruir nossa vida e como ele quer nos moldar.

“Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.
Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel”.
Jeremias 18:4-6


Deus nos ensina que ele quer ser o oleiro, quebrar o antigo para que possa ser feito um “outro vaso”.

Amados outro não é o mesmo, Deus está nos dando um grande ensinamento, O da desconstrução.

Devemos desconstruir paradigmas, desconstruir o caráter que foi forjado antes de nossa conversão. 

Devemos lembrar sempre que “somos novas criaturas”. Desconstruir tudo que não foi ensinado e doutrinado conforme a vontade de Deus.

Devemos estar disponível sempre para que ele possa usá-lo, se o vaso estiver ocupado (cheio de si) Deus não vai usá-lo e vai usar outro vaso.

Devemos permitir que Deus faça isso para que ele seja o verdadeiro oleiro em nossa vida, devemos permitir que ele faça o vaso novo.

O Oleiro está sempre disposto a recomeçar, mesmo que não fique bom, ele vai desconstruir e reconstruir até que pareça bem aos olhos do “oleiro” fazer. 

Que em 2014 possa ser o vaso que pareceu bem aos olhos do Senhor queira fazer e se não ficar bem, que possamos permitir que ele nos desconstrua e reconstrua da maneira que lhe apraz.

Feliz 2014.

Em Cristo

Raphael Soares

@sraphaelsoares

fb.com/sraphaelsoares
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..