sábado, 1 de março de 2014

Estamos completamente endividados








Nesta época em que muitos estão contraindo além de outros problemas para si mesmo também novas dividas é sempre bom refletir sobre o endividamento. Mas nós sempre estamos e estaremos completamente endividados.

 Parece não muito agradável o título mas é a mais genuína verdade do evangelho.

“A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns ao
s outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei”. Romanos 13:8

Pois é, a carta de Paulo aos Romanos muda e muito o cenário de como devemos ver as coisas, na verdade muda completamente como devemosnos considerar.

Agora imagine se fosse considerado a carta de Paulo aos Romanos, carta esta que Lutero afirma que é "mais importante peça do Novo Testamento. É o mais puro Evangelho. Vale a pena para um Cristão não somente memorizar palavra por palavra, mas também ocupar-se com ela diariamente, como se fosse o pão diário da alma" de tão importante que ela é, fosse considerada verdadeiramente o nosso pão diário da alma.

Talvez hoje teríamos mais ministérios de compaixão que ministérios cinematográficos.

Na verdade hoje poderíamos ter maiores testemunhos de vida plena EM Cristo do que entendendo sobre Cristo.

Como já havia dito, existe uma grande diferença entre conhecer sobre Cristo e caminhar com Cristo.

Mas então, como é a questão de amar ao próximo?

“Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” 1 João 4:20

Interessante, a primeira epistola de João, diz que se alguém diz que ama a Deus e odeia o irmão é mentiroso… opa... mentiroso?  Mas o pai da mentira é o diabo, logo quem odeia seu irmão serve ao diabo?  Pior, tendes por pai o próprio diabo.

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”. João 8:44

Nossa, é sério isso de amar ao próximo hein?

Amados, que sigamos o evangelho genuíno de cristo, amando ao próximo como a nós mesmos, lembrando que nós mesmos possuímos imperfeições e é obvio que o próximo também terá e mesmo assim devemos amar. Somos devedores e até a salvação, devemos amor ao próximo.

E quanto ao evangelho genuíno, o evangelho genuíno nos traz triunfo, que um dia viveremos na igreja triunfante onde o pecado não estará presente. Que também nesta terra podemos comer o melhor, basta seguir e ouvir nosso Deus.  

“Se quiserdes, e me ouvirdes, comereis o bem desta terra”; Isaías 1:19

Devendo amor, em Cristo,

Raphael Soares.
 @sraphaelsoares
fb.com/sraphaelsoares

← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..