domingo, 20 de abril de 2014

Abandono, dor, morte e vida eterna!






 Sexta-feira da paixão significa a morte de Jesus. O dia em que Ele foi crucificado e, além da cruz, Ele também foi abandonado por todos os discípulos. 

A Bíblia nos relata que Pedro o negou três vezes, Judas, o Iscariodes o traiu com um beijo e os outros dez? Onde estavam?





A negação:

Jesus foi negado por Pedro que chorou amargamente. Será que em nossas ações estamos negando também a Jesus?

“E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.” Mateus 26:75

A traição:

Judas Iscariodes o traiu, a sua traição foi com um símbolo de quem deseja o “bem”, com um beijo. Será que em nossas boas intenções também estamos traindo a Jesus?

“E logo, aproximando-se de Jesus, disse: Eu te saúdo, Rabi; e beijou-o.” Mateus 26:49

A dor:
Ele sofreu o nosso sofrimento. Será que o “negar a nós mesmos” para segui-lo ainda nos causa dor?  

“E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.” Mateus 26:39

Aqui Jesus estava angustiado e com uma tristeza mortal.

Jesus humano não estava contrário a vontade do Pai. Talvez a dor da morte recebendo o pecado de todos seja maior pela ausência do Deus Pai, quanto a essa dor, imagino não existir maior.

“E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27:46


O pecado nos afasta de Deus incondicionalmente e Jesus estava recebendo todo pecado do mundo sobre ele para nos livrar e nos dar vida eterna. Esse foi o sentimento de Jesus humano por todos nós.

A verdade é que Deus já sabia disso, Deus é o Senhor do ontem, do hoje e do amanhã; e Ele sabia da Cruz e que seria o símbolo de nossa salvação. Independente da Cruz ser uma imposição política romana. Na verdade o Cordeiro foi morto antes da fundação do mundo.

“E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” Apocalipse 13:8

O diabo não sabe do amanhã e no dia em que Jesus foi crucificado muitos imaginavam uma vitória contra o mal, uma vitória dos religiosos, da política e do inferno.

E diante da morte ele venceu para nos dar a vida eterna. Amados o choro pode durar uma noite mas a alegria virá ao amanhecer.

E que possamos celebrar seu plano perfeito para nos salvar, ele se cumpriu e que que possamos esperar até a sua volta.

Em Cristo,

Raphael Soares

@sraphaelsoares

www.raphaelsoares.com.br
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..