sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Arrependimento ou remorso?





 Afinal de contas qual a diferença de remorso e arrependimento?

Essa pergunta veio a memória logo após os jornais e revistas noticiarem um triste flagrante de traição envolvendo uma terceira pessoa. Após ele tentar intimidar o fotografo que realizou o flagrante veio a público e por consequência o seu arrependimento.

Como de habito autor do ato logo em seguida declarou publicamente arrependimento e começaram as declarações de amor. Neste exato momento me veio a memória algo que gostaria de compartilhar.
Afinal de contas qual a diferença de remorso e arrependimento?

No remorso ficamos tristes e abatidos tal como o arrependimento mas de fato ele acontece quando o autor do fato é descoberto e os sentimentos são, em geral a exposição, a vergonha pelo que fez e a vergonha traz a consequência do sentimento de remorso mas em geral o acontecimento se repete já que a origem dos sentimentos foi a descoberta e exposição não o desejo de mudança.

É possível que o que foi descoberto cometendo o erro possa se arrepender mas o fruto que irá revelar o que houve.

Um exemplo na Bíblia de remorso foi de Judas, o que traiu Jesus.

Ele se diz arrependido já que foi descoberto por todos que ele quem traiu Jesus

“Então Judas, o que o traíra, vendo que fora condenado, trouxe, arrependido, as trinta moedas de prata aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos, Dizendo: Pequei, traindo o sangue inocente. Eles, porém, disseram: Que nos importa? Isso é contigo”. Mateus 27:3-4

E a consequência natural do remorso é a morte.

Também podemos ver o remorso em forma de profunda tristeza mas como não frutifica mudança, gera a morte.

Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte.” 2 Coríntios 7:10

O arrependimento segundo Deus, nos traz salvação mas a tristeza (remorso) do mundo, gera a morte.

Já o arrependimento, que vem do grego “metanoeo” é a mudança de mente, mudança de ação, que faz o arrependido a pura reflexão, contemplação da mudança de direção para o próprio ponto de vista e com disposição para:

- Assumir que a direção que estava tomando ou o que estava fazendo estava errado. (Reconhecimento)

- Mudança, a pessoa deve estar disposta a mudar, ter o desejo profundo e verdadeiro de mudança, desejar mudar também afeta a própria vontade e desejo mas o desejo de mudança sobrepõe os hábitos ruins. 

Isso é arrependimento.

O arrependimento que gera a salvação

O arrependimento autêntico produz uma mudança significativa de caráter, que impacta diretamente na maneira como vivemos.

E não declarações verbais de mudança, a mudança vem posterior à inferência, reflexão e por consequência o fruto do arrependimento.

 “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento”; Mateus 3:8

Que saber se está arrependido? Veja seus frutos.

A lavra do Senhor continua:

“E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo”. Mateus 3:10


Ou seja, o arrependido deve frutificar, se não houver frutos, ele é lançado no fogo já que é apenas um remorso mesmo.

O arrependimento para salvação.

João Batista, batizava no deserto o conhecido como batismo de arrependimento, para que os arrependidos fossem remidos dos pecados, todos da Judéia e os de Jerusalém ia até ele e todos eram batizados por ele.

O arrependimento produz salvação.

“Eu, em verdade, tenho-vos batizado com água; ele, porém, vos batizará com o Espírito Santo”. Marcos 1:8

Glória a Deus, ELE veio para batizar os que foram batizados com arrependimento pelo Espírito Santo.

Que possamos verdadeiramente nos arrepender dos erros que cometemos antes de conhecer a Cristo, não nos orgulhando do passado em que caminhávamos para a morte para que possamos frutificar nesta vida.

Em Cristo,

Raphael Soares



← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..