sábado, 21 de março de 2015

Identidade falsa




Em nossa caminhada rumo a igreja triunfante, enquanto peregrinos dessa terra que o Senhor nos deu podemos nos deparar com algumas situações no mínimo atípicas.

Hoje contamos com uma representatividade expressiva em números no nosso país mas totalmente inexpressiva em consistência.

O foco da igreja tomou direções que parecem não condizer com o evangelho, o crescimento quantitativo tem deixado de lado o crescimento qualitativo, ou seja, o crescimento em volume vale mais que o crescimento em conteúdo e firmeza no evangelho.

O resultado disso é um que estamos assistindo atônitos e muitos de nós inertes.

Igrejas que buscam membros de outras igrejas.

Escândalos envolvendo pessoas que afirmam categoricamente ser “evangélicas”.

Número extremamente crescente de intitulados “desviados” que chega a quase se igualar aos que também erroneamente se dizem ser “crentes”

Líderes que estão mais preocupados em controlar do que libertar seus rebanhos.

Líderes que fazem da igreja uma terapia ocupacional enquanto ocupa seus membros com atividades em cima de atividades e não deixa tempo livre para anunciar o evangelho genuíno.

Teólogos que ficam perdendo seu tempo em defender suas doutrinas teológicas mais que anunciar a palavra de Deus que ele tem por entendimento. Ficam em uma vaidade de vaidades, parecem que foram vocacionados a serem idolatras dos seus referenciais reformadores.

A propósito:

“Acredito fielmente que o inferno está cheio de colegas teólogos”

Mas qual o motivo de tanta divisão, tanta baixaria, tanto escândalo?

Diante de tudo isso podemos considerar alguns pontos:

A mensagem da cruz está sendo deixada de lado.

“Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.” 1 Coríntios 1:18

 

A mensagem de Cruz para nós “é o poder de Deus” logo se não está sendo usado é por que não está sendo conhecida a mensagem da Cruz.

O genuíno evangelho libertador, a palavra de Deus que traz entendimento e libertação esta sendo deixado de lado.

“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” Salmos 119:11


Como pode o cristão ter a palavra de Deus, a mente de Cristo, saber o caminho que cura, salva e liberta sua vida por inteiro, na integra até a gloria viver em um egocentrismo gospel.

Será que estamos nos atentando as recomendações do Apostolo Paulo sobre suas epistolas pastorais?

Será que estamos mesmo cumprindo o nosso “IDE”?

Bem, a resposta eu não posso dar mas devemos orar sobre tudo isso.

A minha oração é que não seja apenas mais um a envergonhar o evangelho, e a minha oração também é que todos nós tenhamos a mesma oração.

Em Cristo,

Raphael Soares

@sraphaelsoares

 
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..