domingo, 12 de julho de 2015

Quando não existia relógio eu tinha tempo agora que existe o relógio...






Hoje o tempo parece ser algo para não ter e se orgulhar, estamos sempre ocupados e temos orgulho em declarar a cada justificativa da ausência “Eu não tenho tempo”, na verdade estamos acelerados e ocupados com tudo.

É claro que o mundo exige muito de nós, até bem pouco tempo atrás, ter um faculdade era um diferencial marcante, hoje é o mínimo que o mercado exige, tem ainda pós-graduações, mestrados, doutorados, além de aprender outro idioma, a prática de esportes para a vida saudável mas o que tem de errado nisso?

Não existe nada de errado em se cuidar, se preparar para o mercado de trabalho, mas o tempo virou um ídolo, buscamos ter tempo para justamente ocupa-lo com alguma atividade.

Com isso falta tempo para:

- Família, tempo de qualidade com cônjuge, tempo com os filhos para ensinar o caminho que deve andar.

- Tempo para o descanso, uma vida saudável exige tempo de descanso, descansar não significa apenas dormir durante a noite, exige lazer para que possa se renovar.

- Tempo se relacionar com Deus, nosso Deus é Deus de relacionamento e para isso quanto tempo temos dedicado a se relacionar com Ele?

Certamente o que era para ser prioridade deixou de lado e por consequência estamos inquietos talvez pelas frustrações existenciais que este mundo nos dá e por consequência procuramos ficar muito ocupados para não pensar na vida e isso acaba nos gerando mais frustrações.

“Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo.”
2 Pedro 2:19

Será que a liberdade que nós temos fez sermos escravos do tempo e por consequência somos servos “corrompidos”.

Que o Senhor nos ensine a remir o tempo, já que são os tempos são maus.

Em Cristo,

Raphael Soares



← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário

..